terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Garota da comunidade de Bacuriteua Desaparecida

Garota da comunidade de Bacuriteua  Desaparecida
                                            DESDE O DIA 12-02-2013, DESAPARECEU DA PRAÇA DE EVENTOS.
                                                                         ela tem 12 anos 
                                               

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Apple perde o direito de usar a marca iPhone no Brasil



Apple perde o direito de usar a marca iPhone no Brasil





  • Gradiente passou a vender no mercado brasileiro sua linha de smartphones iphone; aparelho custa R$ 599
    Gradiente passou a vender no mercado brasileiro sua linha de smartphones iphone; aparelho custa R$ 599
O Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) negou nesta quarta-feira (13) à americana Apple o pedido de registro da marca iPhone para telefones celulares no Brasil, que já havia sido reconhecida no país à empresa Gradiente. A decisão já era aguardadae foi confirmada à agência France Presse o departamento de imprensa do instituto.

A Apple ainda não se manifestou sobre o caso. Procurada, a Gradiente ainda não comenta a decisão.

No final do ano passado, a fabricante brasileira Gradiente divulgou um comunicado dizendo ser  detentora no país dos direitos da marca iphone para telefones celulares. O pedido da marca foi feito em 2000, concedido em 2008 e vale até 2018.

Portanto, a companhia nacional pode usar a marca iphone para esses produtos, desde que seja empregada exatamente como registrada: G Gradiente iphone. Ela pode dar o destaque visual que quiser a cada termo (enfatizando a palavra iphone, por exemplo).

A Apple, por sua vez, não pode usar um trecho da marca de outra empresa (caso da palavra iphone, que pertence à Gradiente) nessa mesma categoria -- ela tem o direito de "iphone" no país, mas em outras especificações de serviços (caso de jogos eletrônicos, artigos de papelaria e de vestuário).
Iphone da Gradiente
Essa  história veio à tona quando a Gradiente anunciou o início das vendas de sua nova "família iphone" de smartphones. O primeiro modelo da linha, chamado Neo One, tem sistema operacional Android (o principal rival do aparelho da Apple), dual-sim (compatível com dois cartões), tela sensível de 3,7 polegadas e conexões 3G, Wi-Fi e Bluetooth. O aparelho custa R$ 600 e já está disponível no site da companhia (que grafa o nome polêmico da seguinte maneira: G Gradiente iphone).
Marcos Bedendo, professor de gestão de marcas e marketing estratégico da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), considera a estratégia reprovável. "Não adianta a empresa ser legalmente dona da marca, se globalmente o produto é reconhecido como sendo da Apple. Os consumidores não mudarão sua forma de pensar em função de um ganho de causa legal." Para ele, a estratégia fará com que o produto da Gradiente seja visto como mais um Hiphone (cópia do iPhone), apenas uma imitação do produto com mesmo nome.

O especialista acredita que o artifício tenha sido usado para a empresa chamar atenção. Isso porque sua marca foi muito pouco trabalhada nos últimos anos e ela deve enfrentar dificuldade para se posicionar no mercado. Bedendo aposta em um acordo entre as companhias, para que a Apple possa continuar usando o nome iPhone em seus smartphones. Ele compara a ação à prática de compra de domínios de internet, que são vendidos a empresas com mesmo nome do site por altas quantias.

Direitos
Em nota, a empresa brasileira afirmou: "A Gradiente pode comercializar seus aparelhos celulares com a marca iphone por uma razão simples: a IGB Eletrônica S.A [razão social da Gradiente], companhia brasileira de capital aberto, sucessora da Gradiente S.A., é detentora exclusiva dos direitos de registro sob da marca iphone no país." Sem mencionar processos, a companhia diz ainda que "adotará todas as medidas utilizadas por empresas de todo o mundo para assegurar a preservação de seus direitos de propriedade intelectual."
A Apple Inc. tem o direito de uso dessa marca em três segmentos de mercado. O primeiro, concedido pelo Inpi em 2009, é para "jogos e brinquedos; artigos para ginástica e esporte não incluídos em outras classes; decorações para árvores de Natal". O segundo, de 2011, é para "papel, papelão e produtos feitos desses materiais e não incluídos em outras classes; material impresso; artigos para encadernação; fotografias; papelaria; adesivos para papelaria ou uso doméstico; materiais para artistas; pincéis; máquinas de escrever e material de escritório (exceto móveis); material de instrução e didático (exceto aparelhos); matérias plásticas para embalagem (não incluídas em outras classes); caracteres de imprensa; clichês". O terceiro, também de 2011, para "vestuário, calçados e chapelaria".
No Inpi, há outros 11 pedidos da Apple referentes ao uso da marca iphone em outras áreas.

A fabricante brasileira diz ainda não ter utilizado a marca até o momento, porque tinha como prioridade "promover a reestruturação de sua operação e permitir a retomada de seus negócios". Isso teria acontecido no início de 2012, com o anúncio da CBTD (Companhia Brasileira de Tecnologia Digital), responsável pelo arrendamento e gestão das marcas da Gradiente. A agência Reuters afirma que A IGB Eletrônica arrendou a marca Gradiente com o objetivo de levantar recursos e pagar credores.

"Com o seu modelo de negócio consolidado, a companhia decidiu que era o momento ideal para trabalhar com uma marca adequada e que é de seu pleno direito de uso. O lançamento agora da família iphone acontece no momento em que a Gradiente passa a ter um portfólio de aparelhos celulares no segmento smartphones de última geração", continua o texto.

A empresa diz estar confiante em uma grande aceitação da família iphone pelos consumidores brasileiros.f
fonte :  portal de noticias Do UOL

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Esse video é incrive !!

                                     
                                  
                              Como colocar um barco na água,Esse video é incrivel, enviado pelo internauta do blog,http://showvipnacidade.blogspot.com.br.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Carnaval 2013 Bragança, PA


    Bragança, PA, tem carnaval tradicional de rua

Município do nordeste do Pará, atrai centenas de turistas no carnaval.
'Pérola do Caeté' oferece várias opções para foliões.

Bloco de fantasia "Os Normais", em Bragança, no Pará (Foto: Luciana Lemos/Arquivo pessoal)                                                                           Bloco de fantasia "Os Normais", em Bragança, no Pará (Foto: Luciana Lemos/Arquivo pessoal)
O aconchego de uma pequena cidade aliado a uma programação diversa é o que torna a região ainda mais convidativa para turistas nesta época do ano. O município de Bragança, localizado no nordeste do Pará, oferece diversas atrações no carnaval, com os arrastões em massa da multidão vestida de abadá, até os tradicionais bloquinhos de rua, onde o folião caminha pela cidade ao som das clássicas marchinhas.
A tradição do carnaval em Bragança começou ainda quando a cidade engatinhava, de acordo com os próprios bragantinos. “Descoberta” pelos europeus em 1613, Bragança era habitada por indígenas da tribo Tupinambá e foi elevada a condição de município após mais de 200 anos, em 1854. Segundo um documento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), relatos apontam que o nome, de origem portuguesa, deriva de “brigância” e até mesmo “beneguerença”.
 
Tradição
A cidade respira a mistura de ritmos regionais. Sua estrutura arquitetônica é bastante preservada e remete ao início da colonização local, assim como o carnaval. Uma das principais atrações da cidade é a banda de sopro centenária A Furiosa. Apesar de se tratar de um grupo antigo, até mesmo quem é jovem gosta desse retorno ao passado, quando ressurgem as marchinhas de velhos carnavais e os sambões, acompanhados do colorido das fantasias dos foliões.
"É bom demais, é um carnaval popular. A cidade não é grande, é tudo bem provinciano, a gente faz tudo andando. Já fomos dois anos, esse é o terceiro. Para quem não está procurando luxo, você se diverte gastando muito pouco. Além de tudo, as pessoas são bastante receptivas. Todo mundo acaba saindo junto, é uma coisa mais família", relata a arquiteta Verena Coelho, 24 anos.
A jovem foi com um grupo de cerca de 10 pessoas para o carnaval. O namorado, João Azevedo, estudante de engenharia civil, também indica a folia da zona bragantina. "Indico principalmente pela cidade, que além de tudo, é próxima da praia, a 20 minutos de Ajuruteua. Desde a primeira vez eu achei muito legal, diferente de outros municípios. Lá é tudo perto, a cidade tem uma programação muito próxima de tudo. Lá remete bem ao carnaval de rua, o pessoal fantasiado", comenta.
O aconchego da cidade pequena é um atrativo para os visitantes. "O clima é bem de família. Todo mundo se conhece, o que deixa um clima bem amistoso. Pode brincar, beber e se divertir tranquilo", conclui João.
Dentre as atrações de Bragança, existem os desfiles das escolas de samba locais, entre elas, as mais conhecidas: "Um milhão de amigos" e "Os Normais". Também é possível conferir e participar dos blocos de abadá e de fantasia, como acontece em outros municípios do interior do estado do Pará.
Urubu Cheiroso
Conhecido por seus participantes saírem às ruas com fantasias criativas e irreverentes, o bloco Urubu Cheiroso é acompanhado da banda de fanfarra A Furiosa. Quando os foliões saem do local de concentração, seguem em arrastão pela cidade passando pela avenida principal da cidade até o seu pouso no Largo de São Benedito.
O bloco foi criado há 20 anos, e surgiu de uma mistura de folia e protesto. De acordo com a organização do cortejo, tudo começou com a inauguração do campus da Universidade Federal do Pará (UFPA) em Bragança. "O prédio funcionava em uma antiga escola municipal, em frente ao matadouro da cidade, atualmente desativado. O odor do local e a visita de urubus, que já incomodava os moradores da redondeza, passou a ser um problema também para alunos e professores do campus", conta Josinaldo Reis, um dos organizadores do bloco.
Além disso, próximo ao espaço onde funcionava o matadouro, eram constantes as fugas de bois, o que assustava a população e também aos estudantes. Um grupo de alunos decidiu então protestar contra o problema. Em 1993, uma manifestação ocorreu no mês de fevereiro e, com a presença de uma bandinha, passearam pelas ruas do bairro, atraindo moradores a participar do cortejo. Foi assim que, pela primeira vez no carnaval de Bragança, o bloco carnavalesco, até então formado por universitários, passeou pelas vias de Bragança.
Os bragantinos afirmam que após alguns anos o matadouro foi desativado e o prédio cedido à UFPA, onde funciona a biblioteca “Armando Bordallo da Silva” e laboratórios do curso de biologia. Durante algum tempo, o Urubu Cheiroso serviu de caixinha para formaturas, e as turmas que estivessem no ano de se formar ficavam responsáveis pelo bloco.
Mas em 2004, um grupo de amigos ex-universitários e foliões do Urubu e de outros blocos da cidade resolveu transformá-lo em um cortejo de fantasias puxado por uma charanga. A bandinha Cantídio Gouveia, a famosa “A Furiosa”, arrastou por diversas vezes pelas ruas de Bragança grupos inteiros de amigos que representavam personagens de desenhos animados, heróis de quadrinhos, e muitas outras criativas fantasias de carnaval.
Bloco Urubu Cheiroso Carnaval Bragança Pará (Foto: Divulgação)Foliões do bloco "Urubu Cheiroso" são conhecidos por suas fantasias criativas (Foto: Divulgação)
Em 2010, o bloco adotou o lema “Carnaval com alegria só se faz com fantasia”, para estimular a criatividade e a criação de fantasias por parte dos foliões. "O bloco é uma atividade que ocorre no período do carnaval, mas é precedida de outras ações realizadas em parceria com a comunidade do bairro ao qual pertence, como oficinas de adereços carnavalescos", detalha Josinaldo.
O bloco também estimula a sustentabilidade, propondo a construção de adereços a partir de elementos e objetos locais e recicláveis, para crianças e adolescentes. O próprio mascote do grupo de foliões é feito com garrafas pets, recolhidas no bairro, flores e estandartes. Além disso, a organização do cortejo incentiva a criação artística a partir de oficinas que promovam a criação de músicas (marchinhas) carnavalescas com temas locais.
Super Latinha
Um dos principais blocos de abadá de Bragança é o Super Latinha. Com 7 anos de existência, a escolha do nome surgiu de uma brincadeira no aniversário do presidente do cortejo, Jonas Ferreira. "Eu e meus primos queríamos fundar um bloco de rua chamado Super Latinha. É que nesse ano (2007) as latinhas de cerveja estavam começando a serem vendidas nas festas. Achamos que por ela estar em vários eventos, iria cair no gosto da galera", conta.
Cerca de 2.000 foliões participam do bloco desde seu primeiro ano de cortejo. "Por isso que ele é chamado de 'o arrasta multidão de Bragança', e para arrastar toda essa multidão o bloco tem seu próprio som, chamado 'carretinha paredão Super Latinha', um som criado para fazer a alegria de todos que nos acompanham", explica Jonas.
A festa dos foliões do bloco começa na primeira semana de janeiro, sempre aos domingos, até o período de carnaval.
Carnaval Bragança Pará (Foto: Divulgação)Milhares de pessoas participam do carnaval em Bragança (Foto: Divulgação)
Homenagem
Falar do carnaval de Bragança e não falar da "Patokada", uma animada escola de samba local, é quase um pecado para os bragantinos. Este ano, porém, os foliões lamentam a perda de um dos fundadores do grupo, o funcionário público Fabiano Cardoso, que faleceu no dia 15 de janeiro após arrastar multidões de "patokeiros" por 40 anos que, para homenagear o puxador de samba, desfilarão com abadás metade coloridos e metade pretos.
"Ele era o mentor, organizava tudo. Nós éramos como uma família. Ele era dono do bar onde se concentra a saída da maioria dos blocos de carnaval, o Rex Bar, um dos mais antigos de Bragança. Ele vai fazer muita falta. A escola não desfila mais, mas a gente se reunia, fazia brincadeira, e juntando todo mundo dava muita gente, acho que umas 500 pessoas", revela Nazareno Costa, o "Koroty", que também ajudou a fundar a escola de samba.
Mas o carnaval bragantino é movido a alegria, e essa foi uma das marcas que Fabiano deixou na história da cidade. E são os sentimentos de tradição, folia e receptividade que prevalecem. A advogada Alessandra Costa, 25 anos, nascida e criada na cidade, define bem as características que fazem do carnaval de Bragança um dos mais tradicionais do estado do Pará.
"Falar do carnaval de Bragança é falar da minha história. Uma porque meu tio foi um dos fundadores da Patokada, escola de samba que embalou os carnavais da cidade na década de 80. Outra porque desde pequena esperava por essa época para a tradicional brincadeira que envolve crianças e adultos que é a de jogar maizena um no outro. Comparo o carnaval de Bragança com o da cidade velha, em Belém. Famílias reunidas, fanfarra, marchinha, sem a pompa dos grandes carnavais, mas com a receptividade e a alegria que são peculiar da nossa gente. Além disso, tem a praia de Ajuruteua, que fica um pouco mais de 30 km do centro da cidade e se torna um atrativo a mais para conhecer Bragança nesta época do ano. Não bastasse isso, Bragança tem uma bebida regional chamada cajuaçu, que deixa o nosso carnaval com cheiro e sabor diferente. Sobre ela, vou deixar para quem for conferir com moderação! Vale a pena conhecer Bragança, rumo aos 400 anos de experiência com carnaval!", finaliza.

Confira abaixo a programação do carnaval na cidade:
O carnaval bragantino se extende por cinco dias, de sexta-feira até a terça-feira "gorda".
Sexta-feira (8):
- Largo de São Benedito (orla do rio Caeté): apresentação da banda de fanfarra A Furiosa, circulando e anunciando a chegada do carnaval.
- Estação Cultural Armando Bordallo (Praça. dos Eventos): realização dos concursos de Rei Momo e Musa Gay do Carnaval.
As programações são de 20h às 2h do dia seguinte.
Sábado (9):
- Largo de São Benedito (orla do rio Caeté): apresentação infantil da companhia circense Nós Tantos, acompanhada do som da banda A Furiosa, show dos cantores Evandro Mesquita e Arthur Espíndola.
- Estação Cultural Armando Bordallo (Praça. dos Eventos): apresentação de DJ, das bandas Pura Malícia e Vitrine da Bahia, eleição da vencedora do concurso Musa do Carnaval.
Atrações iniciam às 17h30 e seguem até às 2h50.
Domingo (10):
- Largo de São Benedito (orla do rio Caeté): apresentação infantil da companhia circense Nós Tantos, acompanhada do som da banda A Furiosa, banda Samba de Mesa e Elói Iglesias.
- Estação Cultural Armando Bordallo (Praça. dos Eventos): apresentação de DJ, das bandas Pura Malícia e Mistura Baiana.
Segunda-feira (11):
- Largo de São Benedito (orla do rio Caeté): apresentação infantil da companhia circense Nós Tantos, acompanhada do som da banda A Furiosa, das bandas Codex e Trio Balancê.
- Estação Cultural Armando Bordallo (Praça. dos Eventos): apresentação de DJ e da banda Jukbox.
- Avenida Nazeazeno Ferreira: cortejo do bloco Urubu Cheiroso, com concentração a partir de 15h, na Praça da Aldeia, com dispersão na Orla do Caeté.
- Praia de Ajuruteua e Vila do Bonifácio: trio elétrico com a banda “Tribo na Folia” (marchinhas e samba).
Terça-feira (12):
- Estação Cultural Armando Bordallo (Praça. dos Eventos): apresentação de DJ e da banda Pirata Show.
- Avenida Nazeazeno Ferreira: desfile de todos os blocos e escolas.
- Praia de Ajuruteua e Vila do Bonifácio: trio elétrico.
O show de encerramento da programação Carnaval de Bragança 2013 - “Máscaras e Fantasias Abam Alas para 400 Anos de Folia” será na Estação Cultural.


Leia mais: http://dcproducoesdigitais-com-br.webnode.com/noticias/noticias-de-bragan%c3%a7a-para/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Noticias de Bragança Pará



AGRICULTOR É ASSASSINADO COM UM GOLPE DE FOICE 05/02/2013

Foi registrado no último domingo(3) um homicídio na comunidade  Vila da Terra Caída na região do Cacoal, distante cerca de 16 km da sede do município de Bragança. A vítima foi Adilson Miranda Ferreira, 32 anos, mais conhecido por “Zeta” que foi assassinado com um golpe de foice desferido por Manoel Ferreira de Sousa, o popular “Mane Pote”, ainda não localizado pelo policia.
De acordo com informações, os dois estavam bebendo num bar, quando começaram a se desentender, Adilson chegou a se armar com uma faca e dizer para o acusado que já havia matado um e que para matar outro não custava nada. Foi o suficiente para “Mane Pote” aplicar    um golpe de foice no pescoço de Adilson que morreu na hora.
“Zeta” era suspeito de ter matado há dois meses com uma facada no peito, Élson Pereira da Silva, 36 anos,  foi morto com uma facada na altura do peito esquerdo.
A policia continua procurando o “Mane Pote”.
Reportagem – Carla Brito. FEC

FIM DE SEMANA CHEIO DE OCORRÊNCIAS CRIMINAIS EM BRAGANÇA E REGIÃO 05/02/2013

Neste domingo(3) foi registrado um homicídio em Vila Fátima no município de Tracuateua. Um homem identificado como Edvaldo Marques da Silveira, 25 anos, foi morto a golpes de terçado as proximidades da Escola Estadual Marilda N unes, as margens da Br-308. Informações dão conta de que Edvaldo acompanhado de outro elemento tentavam cometer um assalto e foram surpreendidos pela população que ficou enfurecida e partiu para o linchamento, Edvaldo levou a pior e morreu no local enquanto que seu comparsa também ferido a faca fugiu para a mata. O corpo de Edvaldo Marques foi encaminhado para o IML de Castanhal e liberado para sepultamento.
Afogamento na Vila Nova Canindé.
Uma excursão pela zona rural do município de Bragança terminou com um adolescente morto por afogamento no último sábado(2).  Frank do Carmo da Silva, 15 anos, participava de um passeio juntamente com integrantes de uma igreja evangélica quando foi tomar banho no igarapé na Vila Nova Canindé e sentiu-se mal. Frank sofria de Epilepsia e teve um ataque dentro dágua e morreu afogado. O corpo foi removido pelo IML de Bragança para Castanhal onde foi feita a necropsia e posteriormente liberado para a família fazer o sepultamento.  
Morte em Pirabas. 
Em São João de Pirabas, o domingo registrou um homicídio com arma branca. Almira Moura de Brito, 35 anos, foi morta a facadas> A vítima ainda chegou a ser levada até o Hospital Municipal, mas faleceu. O corpo foi removido pelo IML de Bragança e depois liberado para sepultamento.
Carro mata criança.
Uma criança do sexo feminino foi vítima fatal de trânsito no último domingo(3) na zona rural de Nova Timboteua. Nilcilene Claudina de Almeida, 7 anos, foi atropelada por carro vindo a falecer no local do acidente. O condutor do veículo após atropelar a garotinha fugiu do local sem prestar socorro a vítima. A equipe do IML de Bragança fez a remoção do corpo para o Regional de Castanhal. 
Reportagem: J. Bahia

CASAS NOTURNAS DE BRAGANÇA SÃO VISTORIADAS 05/02/2013

Em virtude da tragédia que aconteceu em Santa Maria, Região Central do Rio Grande do Sul, ocorrida no dia 27 de janeiro, o Corpo de Bombeiros subsede Bragança está realizando uma serie de vistorias em casas de shows, boates, entre locais de eventos da cidade, afim de eliminar qualquer situação que possa ocasionar uma acidente fatal.
O trabalho é supervisionado pelo Tenente Alves do Corpo de Bombeiros, chefe do SAT (Serviço de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros). De acordo com ele nenhuma casa de evento da cidade apresenta características da Boate Kiss.  
Segundo o Tenente Alves é realizada anualmente a fiscalização nos locais de eventos, para tanto,  é necessário que o proprietário do estabelecimento solicite mediante oficio a vistoria do Corpo de Bombeiros.
Até o momento nenhuma casa de show de Bragança foi interditada pelo órgão, porém algumas estão cumprindo prazo para se adequarem aos requisitos exigidos pelos bombeiros. Caso os locais não apresentem as condições legais para o funcionamento até o final desta semana, serão impedidos de funcionar durante o período carnavalesco em Bragança, informou tenente Alves.
Reportagem – Nei Barbosa FEC

RADIALISTA SOFRE ATENTADO NA SAÍDA DO CARNAVAL 05/02/2013

O comunicador Ronny Madson foi sofreu uma tentativa de homicídio na madrugada desta segunda feira(4) quando deixava a Estação Cultural Armando Bordallo.
Ronny e seu irmão foram abordados por mais de 10 elementos desconhecidos que anunciaram “um assalto”. Quando o radialista tentava fugir da situação, um dos elementos desferiu um golpe de arma branca no lado esquerdo de seu ombro, ferido ele saiu correndo até o Hospital Geral de Bragança, em virtude da casa de saúde não ter ambulancia e o médico de plantão Dr. Geovane não ser especialista no caso, foi aplicado um soro e pediram ao radialista que procurasse um transporte e ir para o Hospital Santo Antonio. Ronny levantou-se ainda sangrando e com o soro pendulado montou  na garupa de um mototaxi e se deslocou até o citado hospital.
No Hospital Santo Antonio os funcionários acordaram a médica examinou o ferimento e disse não ser grave, pedindo que a enfermeira suturasse o local e liberasse o paciente. Segundo Ronny, nenhum medicamento foi receitado sendo orientado a retornar dentro de uma semana para a retirada dos pontos.  
Ronny Madson esteve nesta segunda feira pela manhã no Hospital Geral onde foi submetido a um exame de Raio X constatando que o caso não é grave, porém, requer cuidados.
Reportagem - J. Bahia

CASO DE ESTRUPO E REGISTRADO NA POLICIA CIVIL DE BRAGANÇA 30/01/2013 17:23

Uma menor de 14 anos residente no bairro vila Sinhá, denunciou seu ex-padrasto no inicio da semana, sob acusação de estupro.
De acordo com informações, os pais da menor haviam se separado e a mãe casou-se com o acusado, o que levou a criança a morar com o casal. Porem, desde então a menor que tinha na época 11 anos de idade, em silencio, vinha sendo violentada sexualmente pelo padrasto até os 14 anos. O casal separou-se, mas o individuo continuou tentando abusar da garota e talvez sob ameaças e até mesmo pressão psicológica por parte do acusado, a vitima decidiu contar o que estava acontecendo ao pai biológico que procurou a policia.
Com o crime, a presunção de violência passa a ser, em tese, absoluta, e não mais relativa. A mesma lei 12015, que criou a ideia do estupro de vulnerável, também foi responsável pela alteração no texto do crime de corrupção de menores, fixando a idade de consentimento no Brasil aos 14 anos, com exceção dos casos de prostituição.
Na tarde de ontem, terça feira, a menor passou por exames de conjunção carnal no IML de Castanhal. Dependendo do resultado dos exames, se for concretizado o estupro, o acusado deverá ser preso e responder pelo crime de estupro de vulnerável.
A policia Civil ainda não se pronunciou a respeito da situação, em virtude de envolver uma menor de idade e pelo fato do acusado ainda está solto.


Leia mais: http://dcproducoesdigitais-com-br.webnode.com/noticias/noticias-de-bragan%c3%a7a-para/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Notícias De Bragança-Pa


CASO DE ESTRUPO E REGISTRADO NA POLICIA CIVIL DE BRAGANÇA 30/01/2013 17:23

Uma menor de 14 anos residente no bairro vila Sinhá, denunciou seu ex-padrasto no inicio da semana, sob acusação de estupro.
De acordo com informações, os pais da menor haviam se separado e a mãe casou-se com o acusado, o que levou a criança a morar com o casal. Porem, desde então a menor que tinha na época 11 anos de idade, em silencio, vinha sendo violentada sexualmente pelo padrasto até os 14 anos. O casal separou-se, mas o individuo continuou tentando abusar da garota e talvez sob ameaças e até mesmo pressão psicológica por parte do acusado, a vitima decidiu contar o que estava acontecendo ao pai biológico que procurou a policia.
Com o crime, a presunção de violência passa a ser, em tese, absoluta, e não mais relativa. A mesma lei 12015, que criou a ideia do estupro de vulnerável, também foi responsável pela alteração no texto do crime de corrupção de menores, fixando a idade de consentimento no Brasil aos 14 anos, com exceção dos casos de prostituição.
Na tarde de ontem, terça feira, a menor passou por exames de conjunção carnal no IML de Castanhal. Dependendo do resultado dos exames, se for concretizado o estupro, o acusado deverá ser preso e responder pelo crime de estupro de vulnerável.
A policia Civil ainda não se pronunciou a respeito da situação, em virtude de envolver uma menor de idade e pelo fato do acusado ainda está solto.

Morre criança vítima de atropelamento em Bragança. "24/01/2013 AS 23:13

O garoto Kennedy L. O. da C., de 4 anos, morreu no Hospital Metropolitano em Ananindeua, vítima de atropelamento, na manhã desta quarta-feira (23). A criança foi atropleada por uma motocicleta e estava internada no hospital desde o último domingo (20).

Segundo informações da Polícia Civil, Kennedy estava brincando em frente à residência de parentes, na Rua Eduardo Anaice, no bairro da Samaúmapara, no município de Bragança, quando uma motocicleta em alta velocidade o atropelou. O condutor da moto fugiu sem prestar socorro à vítima, que foi encaminhada em estado grave para o Hospital Metropolitano em Ananindeua, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na manhã de hoje.

O Centro de Perícias Renato Chaves já liberou o corpo para sepultamento. O caso foi registrado na Delegacia de Bragança.

ORM

Bragança rumo aos 400 anos

Prefeitura de Bragança apresenta logomarca dos 400 anos da cidade

Prefeitura Municipal de Bragança apresenta logomarca dos 400 anos da cidade.

A logomarca dos 400 anos de Bragança foi produzida pela equipe da ASCOM (Acessória de Comunicação e Cerimonial) com opiniões do prefeito Pe. Nelson Magalhães e de alguns bragantinos.
Ao fundo a logo tem uma marca d' água, elemento gráfico que representa o gradio dos casarões antigos, foi retirada da Casa das 13 Janelas, onde funciona a Secretaria Municipal de Saúde, o gradio feito de ferro forma um coração que se faz símbolo da paixão do povo pela cidade, pois não pode ser destruído facilmente pelo tempo.

O Cata-vento localizado na parte superior da imagem simboliza a diversidade da cidade e de seus ecossistemas, campos, praias e colônias que são percorridos pelas comitivas de São Benedito. Suas cores são baseadas na Bandeira do Município (verde, amarelo, vermelho, azul e branco). No centro há uma estrela que representa o povo de Bragança, o lugar mais alto.
A palavra Prefeitura esta escrita em branco vazado em azul. O nome da cidade em vermelho representa o manto do Sagrado Coração de Jesus e a garra do povo bragantino.

E por fim, coroando todos os detalhes da logomarca a frase: O POVO DECIDINDO A SUA HISTÓRIA. Segundo o assessor de comunicação Paulo Uchoa a frase representa os três pilares da nova gestão:
-A centralidade do povo no governo.
-As decisões nas mãos da democracia
-A história que é uma marca fortíssima da cidade.

O lançamento oficial da logomarca ocorrerá em data a ser marcada pelo Governo Municipal.


Leia mais: http://dcproducoesdigitais-com-br.webnode.com/noticias/noticias-de-bragan%c3%a7a-para/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br